Contas #43

Os peditórios de missa feitos na igreja paroquial nos dias 13, 16 e 17 de setembro foram no valor de € 205,29; acresce € 10,00.

Durante a semana procedeu-se à limpeza das caleiras da casa paroquial; esse trabalho implicou remover algum tempo parte do isolamento térmico para aceder às sujidades, poeira e enraizamentos existentes; também se resolveu um problema com tubagem de aspiração; espera-se estar solucionado um outro problema de caleiras, que perdurava desde a construção. Esse capítulo está resolvido. Prossegue a pintura interior. Está adjudicado um corrimão, aros e portas, e execução de parte do chão. Desejamos ter estes trabalhos concluídos até 7 de outubro.

No outro edifício (igrejas e centro pastoral) também se procedeu à limpeza de caleiras; detetaram-se fissuras de rebocos e afloramentos de ferro que requerem mais atenção, mas uma das fissuras foi tratada, ainda que de forma precária. O principal problema surgiu na cobertura da cafetaria, onde se encontrou enraizamentos muito densos (já removidos); porém verificou-se a existência de enraizamentos de ervas debaixo da tela de isolamento. Estamos a estudar soluções possíveis e seus custos. Para já o isolamento existente não foi intervencionado e mantém-se válido.

A Comissão de Festas do Senhor dos Aflitos de 2017 encerrou os seus trabalhos com um convívio no qual angariou algum dinheiro para aquisição de uma píxide, como na altura se anunciou. A píxide é oferecida hoje à igreja paroquial pelos benfeitores. É uma peça em prata, no valor de € 1.700,00, que nos custou € 1.530,00; esperamos o reembolso de imposto (€ 350,00). Uma segunda peça está encomendada, oferecida por outros paroquianos. A todos e a cada um o sentido reconhecimento da comunidade. Decisão a decisão este setor das alfaias litúrgicas vai sendo atendido com muita dignidade.